Viagra Faz Mal? Efeitos Colaterais, Porquê Tomar e Cuidados

Apesar de ser um tratamento eficiente contra a disfunção erétil, muitas pessoas compram o Viagra para uso casual para melhorar o desempenho sexual. Por esse motivo, muitos questionam se o Viagra faz mal quando não usado para tratar condições de saúde.

Será que podemos tomar o Viagra livremente ou devemos tomar mais desvelo com seus possíveis efeitos colaterais? Qual a maneira correta de tomar o remédio e quais são os cuidados que devem ser tomados com o seu consumo?

Viagra – Função

O Viagra (citrato de sildenafil) também espargido uma vez que a pílula azul, é o medicamento mais popular para disfunção erétil, mas existem produtos similares no mercado farmacêutico uma vez que o Cialis e o Levitra que desempenham a mesma função.

A princípio, o Viagra foi desenvolvido para ajudar no tratamento de pessoas com pressão arterial elevada. Hoje em dia, sua principal função é no tratamento da disfunção erétil em homens.

Porquê funciona

O Viagra é capaz de melhorar a resposta erétil quando um varão já é sexualmente estimulado, ou seja, se não houver nenhum incitação sexual quando o varão toma o Viagra, o remédio não fará efeito. Isso ocorre porque o Viagra não é capaz de aumentar a libido.

Quando ocorre um incitação sexual, o óxido nítrico é liberado pelo sistema nervoso através do tecido erétil do pênis. Esse óxido nítrico estimula uma enzima específica que produz monofosfato de guanosina cíclina mensageiro ou cGMP. Esse mensageiro é capaz de fazer com que as artérias do pênis se dilatem, de forma que o tecido erétil se enche de sangue, resultando em uma ereção.

Assim, a função do Viagra é impedir que o cGMP seja esgotado, permitindo que a ereção permaneça por mais tempo.

Efeitos Colaterais

Os efeitos adversos mais comuns do Viagra incluem:

  • Dor de cabeça;
  • Congestão nasal;
  • Problemas de visão;
  • Fotofobia ou sensibilidade à luz;
  • Dispepsia ou indigestão.

Outros potenciais efeitos colaterais relacionados ao uso de Viagra e que podem ser desagradáveis e até perigosos para a saúde são:

  • Priapismo, uma exigência em que o varão tem uma ereção duradoura e dolorosa;
  • Ataque cardíaco;
  • Perda auditiva ou visual súbita;
  • Aumento da pressão intra-ocular;
  • Arritmias ventriculares.

Um efeito paralelo menos geral inclui a cianopsia, em que a pessoa tem a sensação de que tudo que vê tem um tom azulado.

Já em casos muito raros, é provável que a pessoa apresente uma exigência chamada de neurose ótica isquêmica anterior não-arterítica ou danos no nervura ótico.

Contraindicações

Os casos descritos aquém competem pessoas que não devem tomar Viagra sem o consentimento médico devido ao risco de complicações pelas quais o Viagra faz mal. São esses:

  • Pessoas com problemas cardiovasculares: Pessoas que têm problemas no sistemas cardiovascular podem tolerar complicações, já que o uso do Viagra resulta em um maior fluxo sanguíneo, que pode sobrecarregar o sistema.
  • Homens com insuficiência hepática graves e/ou com doença renal: O princípio ativo do Viagra é o citrato de sidenafil, que é metabolizado pelo fígado e excretado pelos rins. Se você tem problemas nesses órgãos, o constituído pode não ser metabolizado da forma adequada, resultando em efeitos adversos indesejados.
  • Indivíduos que recentemente tiveram um acidente vascular cerebral ou um ataque cardíaco: Pessoas que sofreram um derrame ou ataque cardíaco não devem em hipótese alguma tomar Viagra pois o sistema cardiovascular está fragilizado, podendo ocorrer efeitos colaterais graves uma vez que reincidência dessas condições cardiovasculares.
  • Pessoas com distúrbios hereditários de problemas com degeneração da retina: Porquê o Viagra pode motivar aumento da pressão intraocular e efeitos colaterais relacionados à visão, não é recomendado usar o medicamento se você já tem um sistema ocular comprometido.

Interações medicamentosas

O Viagra pode apresentar interações medicamentosas com medicamentos para HIV, que podem aumentar a verosimilhança de ocorrência e também a seriedade dos efeitos colaterais do medicamento. Outro medicamento que pode interagir com o Viagra são os alfabloqueadores já que o uso dos dois medicamentos ao mesmo tempo pode resulta em pressão arterial perigosamente baixa.

Porquê tomar

A ração de Viagra depende do motivo pelo qual você está tomando o medicamento.

Para disfunção erétil ou melhor potência sexual, deve ser tomada no supremo uma pílula em um período de 24 horas. O comprimido deve ser tomado tapume de 30 minutos a 1 hora antes da relação sexual.

Se você toma o remédio devido à hipertensão arterial pulmonar, ele pode ser tomado em doses de 20 miligramas até 3 vezes ao dia.

Nunca tome mais comprimidos do que a quantidade recomendada. Uma overdose de Viagra pode ser muito perigosa, causando sintomas uma vez que vômito, visão turva ou distorcida, inchaço ou dano no nervura ótico, taquicardia, facciosismo, rabdomiólise e diarreia.

Viagra faz mal?

O uso do Viagra, uma vez que de qualquer outro medicamento, está sujeito à ocorrência de efeitos colaterais e contraindicações. Se você realmente precisa do medicamento devido à disfunção erétil ou hipertensão arterial pulmonar diagnosticada por um médico, os benefícios devem superar os efeitos colaterais.

Porém, se seu uso é unicamente com o intuito de melhorar o desempenho sexual, nem sempre pode ser uma boa teoria. O risco de apresentar um dos efeitos colaterais pelos quais o Viagra faz mal é alguma coisa a colocar na balança.

Ou por outra, não é indicado usar medicamentos sem receita médica devido às consequências do seu uso sem supervisão. Se você usar o remédio por período prolongado sem orientação médica, é provável que desenvolva sujeição psicológica ao princípio ativo, interferindo no desempenho de relações sexuais sem o uso da pílula.

Cuidados

Evite o uso do Viagra sem receita médica. Se mesmo sem ter um diagnóstico de exigência de saúde que necessite do remédio, use com sobreaviso. Nunca use mais do que a quantidade recomendada e prefira tomar a menor ração provável para verificar uma vez que o seu corpo responde ao efeito do medicamento.

Ou por outra, lembre-se de que o efeito do medicamento pode persistir algumas horas. Dessa forma, evite tomar a pílula se tiver qualquer compromisso importante à vista para evitar problemas.

Também existe o risco de tolerar uma reação alérgica ao tomar Viagra. Neste caso, procure ajuda médica imediatamente.

Porquê sobreaviso, converse com um médico ou profissional de saúde de sua crédito sobre qualquer medicamento que esteja tomando para evitar interações medicamentosas prejudiciais ao seu organização. 

Referências adicionais:

Você já imaginava que o Viagra faz mal em determinadas circunstâncias? Já foi receitado pelo seu médico o medicamento? Sentiu qualquer dos efeitos colaterais?

você pode gostar também
error: Temos a página de contato, se você quiser alguma coisa!